sábado, 30 de outubro de 2010

OFICINAS

Fala Galera! BELEZURA!? O encontro ta chegando!
aqui na UEPG quase tudo nos conformes!

dentro do encontro, muitas pessoas que estarão participando, possuem experiências de outros espaços e vivências. As Oficinas serão o momento de conhecer, praticar e adquirir outros tipos de experiências, técnicas, enfim...

As oficinas que teremos certeza que acontecerão no encontro serão as oficinas de TAIDAI, SERIGRAFIA e STENCIL.
portanto, TRAGA SUA CAMISETA e participe! vamos expor no final do encontro!

Agora, se você que vai participar do encontro e manda bem em algo e quer socializar, poxa, demorô! se precisar de ajuda, contate-nos que podemos ajudar! eregeosul@gmail.com

Abraços e muita paz!

domingo, 24 de outubro de 2010

Eduardo Marinho




É Artesão, já foi militar e possui um blog, o observar e absorver .
Eduardo Marinho dispensa muitas apresentações. Basta assistir seus vídeos e ler suas colocações.

Vídeo Feito na Semana Acadêmica de Geografia da UFPR
Vídeo 1 (primeira parte)
Vídeo 2 (segunda parte)

Há a possibilidade dele compartilhar conosco os espaços do encontro!
abraços e muita paz

sábado, 23 de outubro de 2010

Um pouco da história de PGLand.

Tropas, Campos e Ponta Grossa..

A denominação “Campos Gerais do Paraná” remete aos campos limpos e capões isolados de floresta ombrófila mista, onde aparece o pinheiro araucária. De acordo com essa definição, os Campos Gerais são limitados à área de ocorrência dessa vegetação. Segundo historiadores, ao tratar das origens do povoamento de Ponta Grossa, até os fins do século XVII os Campos Gerais se apresentavam despovoados e serviam exclusivamente como ponto de passagem para os viajantes curitibanos que se dirigiam a São Paulo.
Apesar de ser uma região de boas pastagens, não havia quem consumisse o gado ali criado. Mas a descoberta de ouro nas Minas de Ouro na capitania de São Paulo, hoje Minas Gerais, exigia bois para a alimentação, cavalos para montaria e mulas para o transporte de minérios. O marco oficial que dá início à ocupação dos Campos Gerais é o ano de 1704, com a inauguração da Sesmaria de Sant´Ana do Iapó, entregue ao paulista Pedro Taques de Almeida.
Estava iniciada a composição regional dos Campos Gerais. A partir da sesmaria de Sant´Ana do Iapó, as atividades relacionadas ao comércio e a invernagem de animais rapidamente espalharam-se por toda região, repartida administrativamente pelas demais sesmarias concedidas pela coroa portuguesa.Com a descoberta das grandes vacarias administradas pelos Padres Jesuítas e os índios missionários, que existiam não só no Rio Grande do Sul como também na Argentina e Paraguai, abriu-se um caminho que ficou conhecido como “Caminho do Viamão” que ligava a então Vila da Sorocaba (SP) até Viamão (RS). Em Sorocaba realizava-se a grande feira de gado e mulas que deveriam prestar serviços na região das Minas.
Com o desenvolvimento do caminho, conhecido também como “Caminho das Tropas”, começaram a surgir pontos de parada ou pouso de tropeiros que com o passar dos anos se transformaram em 16 municípios que formam hoje a Rota dos Tropeiros. A identidade histórica e cultural da região dos Campos Gerais, iniciada no século XVIII, se deve aos ricos pastos naturais, abundância de invernadas com boa água e relevo suave. Essa foi a rota do tropeirismo do sul do Brasil, com o deslocamento de tropas de mulas e gado de abate provenientes do Rio Grande do Sul com destino aos mercados de São Paulo e Minas Gerais. Nessa época, os campos naturais da região tornaram-se muito disputados e a coroa portuguesa começou a expedir cartas de sesmarias em favor de homens de prestígio político local.
Os caminhos abertos no início do século XVIII continuaram servindo como principais vias para o comércio e a integração entre o extremo sul e o restante do país. O ciclo do tropeirismo se estendeu até o início do século XX e compôs a região mais importante para o desenvolvimento paranaense. A partir da colonização do norte e do sudoeste, o estado entrou em um novo momento histórico e os Campos Gerais perderam espaço no contexto estadual.
A comida é uma das heranças deixadas pelo tropeirismo. Era feita pelos homens, na tropa não havia mulheres. Entre os utensílios de cozinha levavam um saco de mantimentos, um caldeirão de ferro com tampa, para o feijão; uma panela de ferro de três pés, um coador e sua armação; xícaras de folha de ferro batido ou canequinhas esmaltadas, colheres e cuia.
..O fogão do tropeiro era a trempe, uma armação de três varas, que podiam ser de ferro ou de pau verde, colhido na hora. Com esse fogão improvisado, raramente com fogareiro de ferro, ou com duas forquilhas armadas, era preparada a simples comida do tropeiro: virado de feijão, arroz com carne seca e café. Além da culinária, o ciclo do tropeirismo uniu os estados sulinos e teve grande importância no desenvolvimento econômico, povoamento e formação de uma identidade histórica regional evidente e característica.

Fecho, valeu!?
Aquele abraço..

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

ALIMENTAÇÕES:

Para aqueles inscritos COM alimentação:

Serão 10 (dez) refeições no evento em vez de 9 (nove) proposto no ultimo conselho.
Já agendamos a janta do ultimo dia pra galera pegar a estrada(dos que ficarem até esse horario) de bucho ou buxo (sei lá) cheio!.

Portando:

Sexta Feira - dia 12
JANTA

Sábado - dia 13
CAFÉ, ALMOÇO E JANTA

Domingo - dia 14
CAFÉ, ALMOÇO E JANTA

Segunda Feira - dia 15
CAFÉ, ALMOÇO E JANTA

Para aqueles inscritos SEM alimentação:

Talvez a gente consiga refeições "avulsas" (ver com a organização local no credenciamento), mas existem dois (2) mercados e padarias próximo ao Campus Uvaranas e para aqueles que tiverem afim de um buffet no horário do almoço, tem um em fente ao Campus (R$ 5,00).
Trazer lanches e outros quitutes também ajuda!. Ok?

Abraços.
VALORES DAS INSCRIÇÕES e demais Informações Necessárias!

* COM ALIMENTAÇÃO = R$ 45,00

* SEM ALIMENTAÇÃO = R$ 25,00

LEMBRANDO:

Para aqueles que vem para o alojamento ou para acampar: Trazer barracas, lonas, colchoes, e etc.
Os banheiros estarão a nossa disposição. São varios banheiros com chuveiros quentes e frios (dae é só desligar) próximos aos locais de acampamento e alojamento.
Só vamos mantê-los limpos!

* "Ah, mas a grana ta curta e não vou poder pagar a inscrição. Mas gostaria de participar e se encontrar com a galera!"

BORA PRA CÁ DO MESMO JEITO, apenas você (tu) terá que ter o credencial para poder acampar com os demais. Informações no local de credenciamento.
Aguardamos todos vocês! Tá na hora de nos encontrarmos..

Att.
Diretório Acadêmico de Geografia Luiz André Sartori - DAGLAS

Beleza galera?!
Aquele abraço!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

EDP'S -

Os EDPs – Espaços de Diálogo e Práticas – contemplam a apresentação de trabalhos (pesquisa ou extensão em andamento, concluídos e relatos de experiências) neste espaço, tanto os apresentadores, como os participantes sem trabalhos inscritos têm a oportunidade de discutir, apresentar experiências e trocar informações.

Nesta socialização do trabalho, se poderá usar diversos métodos para expor o trabalho: quadro negro, banner's, material multimídia, etc. O apresentador que queira ter direito a um certificado de apresentação, deverá enviar um resumo expandido de uma (1) à seis (6) páginas, atendendo as seguintes exigências:

  1. Enviar o trabalho em anexo para o email eregeosul@gmail.com com o título “Edp's”.
  2. No corpo do email não esquecer de colocar seu: nome completo, instituição, telefone e-mail de resposta.
  3. Período para envio dos trabalhos, a partir de 23/09/2010 até 01/11/2010. A resposta de confirmação será realizada o mais rápido possível, com limite máximo do dia 07/11/2010.
  4. Normas técnicas para o envio de trabalhos:
    • Enviar em formato A4 (formato: doc. – de preferência versão compatível com o word 2003), máximo de seis páginas.
    • Margens esquerda e direita 2,5 cm, margens superior e inferior 1,5 cm.
    • Fonte Arial ou Times New Roman, tamanho da fonte 12.
    • Titulo do trabalho em negrito, maiúsculo e centralizado, nome dos autores e instituição em negrito e maiúsculo logo abaixo, e por fim as referências bibliográficas no final do texto.

Observações:

* Os trabalhos posteriormente serão disponibilizados em ANAIS ONLINE em nosso blog (http://www.eregeosul.blogspot.com) e também no site do evento hospedado na UEPG (http://www.eventos.uepg.br/eregeosul/edp.php).

Maiores dúvidas, contate-nos pelo próprio email: eregeosul@gmail.com

sábado, 9 de outubro de 2010

Cultura dos Campos Gerais

A banda Mandau, que tem seu início em 2005 une o soul music, brasilidades, ritmos latinos e o experimentalismo. Suas músicas são marcantes e relevantes para o cenário alternativo, relatando, como por exemplo a música Lagoa Dourada que historiza e comenta a questão da lenda e a atualidade do Parque Estadual de Vila Velha, em específico a lagoa dourada.


Para conhecer mais da banda Pontagrossense Mandau, obter as músicas e mais informações
acesse o site da banda

Jah bless

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Campo São Jorge

CAMPO SÃO JORGE “os limites e possibilidades (?)”

A discussão aqui deverá ser permeada pelas questões de gestão de recursos hídricos de águas superficiais na bacia do Pitangui (alagados), o uso "inadequado" de áreas ciliares pela população como balneários, áreas de camping e lazer; gestão de águas subterrâneas no aquífero Furnas, o Geoparque dos Campos Gerais do Paraná e a conservação do patrimônio natural que a definição "Campos Gerais do Paraná" encerra.

A saída-atividade deverá ser realizada no dia 14 de Novembro de 2010, com horário de saída prevista para as 8h:30min da manhã, do estacionamento do centro de convivências do campus de Uvaranas, da UEPG, com um breve apresentação do campo (que já será feita no pré-campo do dia 12/13) e algumas recomendações de segurança, etc. A saída-atividade deverá durar o dia todo, com retorno previsto para as 18h:00 min, no estacionamento do bloco "G" de Educação Física, também no campus de Uvaranas da UEPG.

As atividades em campo desta saída deverão iniciar-se com um caminhada do "tetinho" do São Jorge, descendo até o pé da cachoeira santa Barbara, e pelo trajeto dever-se-à desenvolver os temas acima propostos. Como a atividade prevê o dia todo para sua realização, a alimentação dos participantes deverá ser no local do campo, com ponto certo a ser definido conforme o andamento da atividade(pode-se definir isso antes mesmo), para tal, contamos com o fornecimento de sanduíches pela Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, que desenvolve um programa de assistência alimentar com o "sanduíche popular", estes deverão acompanhar a alimentação que aqui deverá ser reforçada com outros alimentos, ou ainda, pode-se pensar em preparar um almoço campeiro para os participantes.

Para a parte da tarde esta sendo pensado em uma pratica com o corpo de bombeiros sobre primeiros socorros em selva, e de combate a incêndios florestais, além, claro, de um "tibum" geográfico, nos panelões e piscinas naturais que o soalho rochoso do leito do rio São Jorge apresenta, assim, aproveitando também da atividade para dar um mergulho da "cachu", e desfrutar de tudo que o local nos oferecer de melhor.

esta atividade possui caráter didático pedagógico pela proposta como se apresenta, de oferecer espaço de diálogo, troca de saberes e experiencias, e de interação entre o conhecimento desenvolvido pela academia em seu contato com o objeto em estudo, na construção de um saber ainda mais amplo sobre a(s ) problemática(s) que apresenta(m). Além do caráter político que será aqui aplicado, uma vez que há a intervenção local, e que esta é perpassada pelo debate e troca de ideias na busca de encontrar alternativas para a resolução dos problemas aqui já elencados.

O número de participantes será limitada a 40 pessoas por questões de transporte e de segurança, uma vez que estaremos em campo e as condições não podem ser controladas de antemão, então aqui já se apresenta uma ação de precaução.

está sendo formada uma equipe multidisciplinar para estar desenvolvendo a organização desta saída-atividade com o objetivo de que assim possa-se trabalhar com mais conteúdo as propostas da saída-atividade, e que se possa também, ser absorvido pelos participantes uma quantidade maior de informações melhores apresentadas.

UEPG - Estruturas e o Encontro


Daê Gurizada!

O EREGEO – SUL acontecerá nos seguintes locais:

No Auditório “Andrômeda” do Observatório Astronômico (7) realizaremos as plenárias de abertura e final, bem como, o credenciamento das delegações..na noite de abertura teremos a concentração do evento no Observatório devido a proximidade com o local de camping e alojamentos.

Os Espaços de Diálogos e Práticas – EDPs e os Grupos de Trabalhos – Gts serão realizados na Central de Salas de Aula – CSA (9).. CSA é onde a Geografia tem a maioria das aulas e é caminho do R.U.

Já os Pré-Campos, Pós-Campos, oficinas e etc, serão realizados nos Quiosques (próximo ao 6 e 7)...área destinada para lazer e atividades culturais a comunidade universitária.

O Ginásio de Esportes (6) para o Intergeo estará disponivel!..só que paralelo ao encontro, outros estudantes, funcionários e a comunidade universitária estarão usando..conversando com o pessoal podemos ter disponível o ginásio de esportes para o Intergeo ou se for de interesse do coletivo, soma junto com a galera de outros cursos e funcionários e poe a "pelota" pra rolar..

A alimentação acontecerá no Restaurante Universitário – R.U do Colégio Agrícola (13)..já vão dando uma banda pelo campus, tem o bosque das araucárias, muitas áreas verdes, só seguir o cheiro da broca..

O alojamento estará aberto aos inscritos no Pavilhão Didático do Bloco G (8)..cabem todos!..ajuntaê que o encontro é nosso! Trazer colchão, cobertas e aquelas coisas de sempre..

Outras atividades como Mate Geográfico, Intervenção Local e Místicas estarão acontecendo na Concha Acústica (14) e Centro de Convivência (3)..locais pouco usado pela galera da universidade, que a concepção do encontro tende a mudar essa realidade..

O acampamento vai ser atrás do Centro de Desportos e Recreação – CDR (próximo ao 8)..ali estaremos nos encontrando de fato!..tragam suas barracas, lonas e etc..mas galera, lembrando: a conservação do local limpo e agradável também faz parte do coletivo!

As festas e confraternizações acontecerão, em sua maioria, nos bares próximo do Campus (próximo ao 1, 2 e 4)..esses, tem opções de lanches, Buffet no almoço..bereja barata e demais quitutes num lugar do caralho! a sonzera é por nossa conta!!!

Os banheiros (5, 6, 7 e 8) estarão limpos para a nossa estadia e foi passada para nossa responsabilidade(bem como toda a estrutura da Universidade)..portanto, vamos cuidar do que é nosso!, assim teremos em outras ocasiões! O coletivo agradeçe!

Não fiquem piazando!

A universidade possui seguranças e câmeras. Entretanto estaremos praticamente sozinhos no Campus, teremos a presença dos “guardinhas”, mas vamos tentar prevalecer o bom senso..na dúvida, procurem-nos!

Cansou de discussões? Se estressou? Quer algo mais? Vá debandar por aí! Ponta Grossa é repleta de riquezas históricas e naturais para conhecer e contemplar, tanto de ônibus, como de carro, a pé, na bota...

Se quiseres, vá da uma banda..

..e só pra lembrar!

SEJAM BEM VINDOS AOS CAMPOS GERAIS DO PARANÁ!

Na dúvida, sigam a RUTEZA!

Esta no ar também o site do evento hospedado no site da UEPG: http://www.eventos.uepg.br/eregeosul


domingo, 3 de outubro de 2010

INSCRIÇÕES

Eae Pessoal!
Eis que surge o momento das Inscrições!
Vale lembrar que indiferente de qual modalidade de inscrição (com ou sem alimentação) o inscrito terá direito ao certificado de participação; caneta; caneca; mochilinha; bloco de anotações e texto de boas vindas.!
As inscrições estarão abertas até o dia 07 de novembro! se agiliza magrão!

Eis o Link para as inscrições!

https://spreadsheets.google.com/viewform?formkey=dDNpeWpLY1FtQzN3N2RRMmlJRVp1Q3c6MQ


qualquer dúvida contate-nos! inscricoeseregeosul@gmail.com

E o evento se aproxima!
Alto astral!

O Artista Plá no EREGEO SUL


Eae Galera, na boa? Uma notícia boa para nosso encontro! o Artista Plá chegará e integrará conosco nos espaços do alojamento/camping e intervenções

Um dos dispersores da tão famosa bicicletada em Curitiba e organizador do MIA (momento íntegro de artes)o plá, além de músico e compositor, é um escritor já com alguns livros publicados independentemente. suas musicas falam justamente de sua visão da sociedade e do mundo como um todo, seus cds são geralmente gravados de shows pelos teatros de curitiba. O Plá se apresenta frequentemente na rua XV de novembro proximo ao bondinho, no centro da cidade, e aos domingos na feirinha do largo da ordem em curitiba.

Alto astral!